5 dicas para melhorar a sua comunicação com franqueados

comunicação com franqueados

Para auxiliar os franqueadores que porventura estiverem enfrentando dificuldades na comunicação com franqueados, uma das alternativas é implementar a gestão online de franquias, que permite a expansão dos negócios sem perda de qualidade.

O setor de franquias é um dos que mais crescem no Brasil. Segundo a ABF (Associação Brasileira de Franchising), o crescimento do faturamento das franquias foi de 8% em 2017 e de 5% apenas no primeiro trimestre de 2018.

Um dos principais desafios das empresas que se lançam como franqueadoras é a questão da comunicação com o franqueado. Um negócio deste tipo exige um alto nível de padronização, pois o atendimento deve ser idêntico em qualquer uma das lojas da rede.

Contudo, cada franqueado é, de fato, o dono do negócio local e pode desejar fazer as coisas à sua maneira. Estabilizar este conflito é um desafio e tanto, exigindo uma comunicação de alto nível entre franqueador e franqueado. Acompanhe!

1 – Estabeleça um canal de comunicação direta

comunicação com franqueados

Uma queixa comum de franqueados, especialmente nos casos de franquias novas e ainda em processo de estruturação, é a questão dos canais de comunicação.

Muitas vezes, empresas que acabaram de se lançar como franqueadoras realizam atendimento pessoal e até informal aos seus franqueados. Até certo ponto, essa prática é saudável, pois estreita os laços entre as partes.

O problema é que com o crescimento da rede, ficará impossível manter este processo funcional, pois a cada nova dúvida, é possível que o franqueado ligue diretamente para o celular do seu contato na franqueadora, ocupando muito tempo e dificultando a resolução dos problemas.

Um canal de comunicação direta, como uma plataforma de gestão online de franquias por exemplo, pode ser uma ferramenta muito útil para a intermediação entre as demandas dos franqueados e das franqueadoras.

Além do mais, seria possível direcionar as demandas diretamente para o responsável, sem que elas fiquem passando de mão em mão até serem resolvidas.

2 – Evite canais indiretos de comunicação

comunicação com franqueados

Como complemento da orientação anterior, nossa segunda dica é que o processo de comunicação oficial não seja ignorado. Desde o início ele deve ser respeitado, utilizando os meios determinados para cada tipo de demanda.

Quando a aproximação pessoal é grande, é comum que o franqueado queira resolver questões diretamente com os gerentes e diretores da franqueadora, sem respeitar o processo. Isso pode quebrar a produtividade da cadeia.

É necessário que fique claro o que pode ser resolvido pelo canal estabelecido, por e-mail, por telefone e pessoalmente. Caso isso não ocorra, certamente os fraqueados desejarão ser atendidos preferencialmente em suas demandas, da maneira que for mais conveniente para si, o que não é de tudo ruim, mas que prejudicará o atendimento às demais franquias e ao processo de administração da franqueadora.

Por isso, caso um determinado franqueado deseje resolver um problema simples por telefonema ou pessoalmente, o ideal é que ele seja educadamente direcionado ao meio correto de fazer suas solicitações.

3 – Possua um FAQ para franqueados

comunicação com franqueados

Toda franqueadora possui um manual do franqueado. Este documento contém todas as instruções e dicas para o funcionamento da franquia dentro dos padrões acordados.

Contudo, novas dúvidas surgirão no dia a dia, sendo que uma parte significativa delas, com certeza não terá sido descrita no manual, uma vez que o processo de gestão é dinâmico e todos os dias apresenta novos desafios.

Estes novos desafios serão apresentados à franqueadora, que deverá encontrar a melhor maneira de resolvê-los. Por isso, a cada nova solução encontrada, o ideal é que ela seja disponibilizada para todos os integrantes da rede, assim eles poderão consultar o banco de dados antes de abrir um novo chamado.

As letras FAQ significam Frequently asked questions (perguntas feitas frequentemente). É o nome dado ao banco de perguntas e dúvidas geralmente feito por usuário de algum serviço.

O ideal é que a cada novo desafio resolvido, sua solução seja disponibilizada neste banco online e que os franqueados sejam incentivados a consultar a página antes de abrir um novo chamado para o franqueador.

4 – Não burocratize o processo de comunicação com franqueados

Nos três tópicos anteriores, falamos de ferramentas para direcionar o franqueado ao caminho adequado para a resolução de suas demandas. Contudo, é necessário ter cuidado para que isso não burocratize o processo e até o desestimule a resolver o problema.

O intuito das ferramentas de gestão online de franquias não é aliviar o trabalho do franqueador em detrimento do franqueado, mas sim facilitar o processo para ambos os lados.

Se o franqueado é direcionado para um canal formal de comunicação, mas o processo é lento, as perguntas demoram a serem respondidas e há uma solicitação excessiva de informações, certamente ele irá pegar o telefone ligar para o gerente da franqueadora, afinal de contas, o franqueado é um empresário e tem muitas demandas para resolver.

O objetivo das ferramentas de gestão online de franquias é direcionar as demandas, tanto do franqueador, quanto do franqueado para as pessoas certas dentro de cada organização, para que a comunicação seja o mais ágil e simples possível.

5 – Realize a gestão online de franquias

comunicação com franqueados

A gestão online de franquias já é uma realidade para muitas organizações franqueadoras no Brasil. Uma das ferramentas que tem viabilizado este processo é a Go Gestão Online.

Criado para trabalhar em nuvem, sem a necessidade de instalação ou de investimento em aparato técnico, o sistema é simples, amigável e repleto de ferramentas que ajudam no dia a dia da gestão de franquias e comunicação entre franqueadores e franqueados.

A gestão online de franquias veio para modernizar o setor e fazer com que pequenas empresas que estão iniciando seu processo de expansão possam desfrutar do uso de ferramentas modernas, antes disponíveis apenas para grandes redes com recursos suficientes para investir no desenvolvimento de uma plataforma própria.

A Go Gestão Online veio para tornar este modelo de plataforma, disponível a todos os tipos de empresas.